• Poupar

    Também conhecido como “Poupança Forçada” ou “Poupança Programada”, o consórcio é ideal para pessoas que falham na determinação de guardar dinheiro. Ele se torna a melhor opção, pois são parcelas que não comprometem o orçamento e o consorciado pode, ainda, ser sorteado antes de juntar o montante e adquirir o bem. Educadores financeiros afirmam que a vantagem do consórcio é auxiliar as pessoas que não conseguem poupar a acumular as reservas necessárias para a realização de um sonho.

  • Reforçar a Aposentadoria

    Nunca é cedo para pensar no futuro! O investimento em consórcio pode ser o mesmo capital investido na previdência privada. No consórcio o dinheiro rende muito mais. Para o reforço da aposentadoria, o consorciado pode adquirir imóveis (previdência imobiliária) e viver com a renda extra dos aluguéis, garantindo o seu futuro e da sua família.

  • Investir

    Investir em consórcios não é apenas uma forma de disciplinar-se financeiramente, mas também de obter lucros inimagináveis. Ao contemplar a cota de consórcios, o consorciado tem o poder de venda da mesma, obtendo lucros. Pode também adquirir um bem e revendê-lo, já que o consórcio dá poder de compra à vista. O investimento também pode ser direcionado para o ramo imobiliário. O consorciado adquire quantas cartas quiser para a compra de imóvel e, após a contemplação, ele adquire o imóvel e o aluga. Dessa forma, o valor pago pelo inquilino é usado para o pagamento das parcelas restantes.

  • Aumentar o Patrimônio

    O consórcio pode ser uma forma de lucro patrimonial, onde o consorciado adquire a carta de crédito para obter novos bens. É mais fácil do que acumular o dinheiro até conseguir realizar a compra. Com planejamento, o consorciado pode garantir o aumento do seu patrimônio. Adquirindo uma cota de consórcios, consegue-se comprar um novo imóvel de forma planejada, pagando um pouco a cada mês, sem descapitalização.